Ansiedade, depressão e doença de Lyme


A doença de Lyme é conhecida como "o grande imitador" e agora está se espalhando pelo mundo em proporções epidêmicas, imitando todas as condições médicas conhecidas. Já vi mais de 12.000 pacientes crônicos com a doença de Lyme passarem pelo meu centro médico nos últimos 26 anos e, muitas vezes, eles me contam a mesma história:

“Doutor, estive em 10-20 médicos nos últimos anos, sempre reclamando dos mesmos sintomas e ninguém é capaz de me dizer o que há de errado comigo. Estou cansado. Sinto dores e dores, bem como formigamento, dormência e sensações de queimação por todo o meu corpo que vêm e vão e migram. Tenho dores de cabeça e torcicolo.

A luz incomoda meus olhos e sou sensível ao som. Muitas vezes fico tonto. Minha memória não funciona e não consigo me concentrar. Tenho dores no peito, palpitações e falta de ar. Tenho problemas de sono onde não consigo adormecer ou costumo acordar frequentemente no meio da noite, muitas vezes com suores e calafrios associados. Estou deprimido e ansioso.

Os médicos tentaram encontrar uma razão para os meus sintomas, mas todos os meus exames de sangue deram negativos. Eles me disseram que tenho Síndrome da Fadiga Crônica (SFC / Encefalomielite miálgica), Fibromialgia, uma doença autoimune como artrite reumatoide, lúpus, ou esclerose múltipla, ou que está tudo na minha cabeça. Agora estou tomando remédios para minha ansiedade e depressão, e ainda não estou me sentindo bem. Há mais alguma coisa que eu possa fazer? ”

Se você está lendo a história clínica acima e está dizendo a si mesmo: “Tenho muitos desses sintomas!” você pode estar sofrendo da doença de Lyme e infecções associadas transmitidas por carrapatos.

A doença de Lyme é adquirida através da picada de um carrapato infectado que contém uma bactéria conhecida como Borrelia burgdorferi. Os carrapatos também contêm uma miríade de outras bactérias, parasitas e vírus que podem deixá-lo doente.

Por exemplo, Babesia microti, um parasita do tipo da malária, também é encontrado em carrapatos e é frequentemente encontrado em pacientes com doença de Lyme crônica que não melhoram com antibióticos convencionais. Esses pacientes costumam se queixar de suores diurnos, noturnos e calafrios, e estão três vezes mais doentes do que a média dos pacientes com doença de Lyme. Sua depressão, ansiedade e outros sintomas psiquiátricos também são muito piores quando eles têm Babesia e Lyme juntas. Então, por que seu médico não conseguiu fazer o diagnóstico e ajudá-lo?

Os exames de sangue para a doença de Lyme demonstraram não ser confiáveis. Os médicos foram ensinados a fazer um teste de sangue em duas etapas, usando um teste ELISA seguido por um Western Blot para estabelecer a presença de anticorpos contra a bactéria. Esses testes têm se mostrado muito pouco sensíveis e erram pelo menos metade dos casos de doença de Lyme.

Existem também mais de 100 cepas de borrelia nos Estados Unidos e mais de 300 cepas em todo o mundo, e nenhum teste disponível comercialmente consegue detectar a presença de todas essas bactérias diferentes.

Finalmente, o organismo da doença de Lyme pode se esconder do sistema imunológico, onde os testes de anticorpos padrão não conseguem detectá-lo. O que você pode fazer, portanto, para verificar se seus sintomas psicológicos são decorrentes da doença de Lyme?

A doença de Lyme é uma doença multissistêmica. Se você tiver um conjunto de sintomas clássicos de apresentação, incluindo fadiga, dores nas articulações e nos músculos, dor neuropática (formigamento, dormência e queimação), distúrbios do sono, problemas de memória e concentração, bem como ansiedade e / ou depressão, há uma boa possibilidade de você sofrer de uma doença transmitida por carrapatos. Embora esses mesmos sintomas possam se sobrepor a outras doenças, existem certos sintomas clássicos que apontam para Lyme.

Os sintomas da doença de Lyme tendem a ir e vir nos dias bons e ruins. As dores articulares e musculares, bem como as dores neuropáticas, tendem a migrar por todo o corpo. Esses sintomas podem melhorar com a terapia com antibióticos ou piorar com os antibióticos (uma reação de Jarish-Herxheimer quando a bactéria está sendo eliminada), e as mulheres frequentemente relatam um aumento nos sintomas imediatamente antes, durante ou após o ciclo menstrual. Se você também fez um Western Blot de Lyme que mostrou qualquer uma das seguintes bandas / proteínas específicas de borrelia: 23, 31, 34, 39 e / ou 83-93, e outras doenças foram descartadas, então a doença de Lyme é provável.

A doença de Lyme pode imitar muitos distúrbios psiquiátricos e cognitivos e aumentar a gravidade dos sintomas subjacentes anteriores. Na minha prática, os pacientes que têm pontuação alta em testes padronizados para depressão e ansiedade geralmente voltam a pontuações quase normais quando a doença de Lyme e as coinfecções são tratadas com sucesso. Peça ao seu médico para rastreá-lo para a doença de Lyme. A única coisa que pode estar na sua cabeça são bactérias que o deixam doente.


Dr Richard Horowitz, especialista em doença de Lyme e autor do livro “Why Can’t I Get Better? Solving the Mystery of Lyme and Chronic Disease”

155 visualizações

Locais de

Atendimento

Redes

Sociais

  • Facebook
  • Preto Ícone LinkedIn
  • Instagram
  • Preto Ícone YouTube

Unidade Morumbi

 

Morumbi Medical Center

Rua José Jannarelli, 199 Conj 22

São Paulo - SP

Tel: 11 3721-3004

Unidade HIAE

 

Hospital Israelita Albert

Einstein

Av. Albert Einstein, 627  Cons 213 - Bloco A1

São Paulo - SP

Tel: 11 2151-3223

© 2019 by CELJr. Proudly created with Wix.com